Carta Aberta ao Salvador e aos Portugueses



Não peças desculpa, Salvador;
Simplesmente porque a culpa não é tua.


Portugal parou, há três dias atrás, quando o Salvador ameaçou dar um peido - ou flatulência, para os mais sensíveis.

E no Facebook leu-se de tudo; Do nada meio Portugal já achava que o rapaz afinal cantava mal, que era um desrespeitoso, um coitadinho, que se achava melhor que os outros... 
E essa reviravolta deixou-me a pensar; Será a culpa do peido do Salvador ou dos gases presos nas cabecinhas dos portugueses?

Não me interpretem mal mas...

O Salvador sempre foi o Salvador, aquele rapaz genuíno, honesto e humilde. Não Salvador, não tem mal falar duas vezes antes de pensar, só nos mostraste mais uma vez a tua boa disposição enquanto pegavas com as pessoas, tentando soltar umas gargalhadas seja qual for a situação, porque a vida deve ser levada assim.

Sabem que mais?
Muitos artistas são capazes de pensar o mesmo mais seriamente e comentarem, talvez até num tom mais gozão. Mas nós não sabemos, porquê? Porque comentam atrás das câmaras e longe dos media. Talvez por terem algo a esconder, quiçá.
O Salvador apenas disse-o num tom de brincadeira, à frente de todos, e deixa logo de saber cantar.

Novamente vos pergunto; O problema será mesmo do peido que o Salvador (não) deu, ou as expetativas que os portugueses lhe criaram?


O gajo ganhou a Eurovisão? Porreiro. Mas deixem-no ser a pessoa que sempre foi.
Não o queiram como a típica estrela portuguesa que só diz o que fica bem, que fala o que lhe convém e canta o que vende. Foi por ser diferente, por ter saído da pequena caixinha que é a mentalidade portuguesa, por quebrar o hábito, que ganhou a Eurovisão. Portugal apaixonou-se pela sua genuinidade e humildade, por ser tão diferente dos demais, e agora?

E para quem está preocupado por ele não ter sido oportuno; Ele alegrou as pessoas, conseguiu soltar sorrisos e gargalhadas quando mais precisavam. E vocês, que o criticam por isso, que fizeram? Um post qualquer no Facebook? 

Por mais Salvadores em Portugal, por mais novas mentalidades que se libertem do estereótipo, que não se preocupem em agradar à maioria. Sejam vocês mesmos, aí está o encanto.
E tu, Salvador, não peças desculpa por seres quem és.


Já agora, isto não é direcionado a ninguém em específico, nem estou a generalizar os portugueses.

You May Also Like

22 comentários

  1. Concordo tanto contigo! Custa-me ver toda a gente a criticar agora o Salvador e a acusá-lo de falta de humildade quando, na minha opinião, a piada dele só mostrou o quão humilde e simples ele é. Ele já nos tinha habituado na Eurovisão à sua genuinidade e à forma como era direto e descontraído - um pouco como as crianças quando são pequenas e não têm filtros. Tal como tu, não vi mal nenhum na atitude dele, até porque aposto que também não havia mal nenhum para ver porque não foi uma piada feita por maldade. Mas pronto, são opiniões...

    Gostei muito do post e é bom ver que, no meio de tanta gente a criticá-lo e a apontar-lhe o dedo, ainda há quem veja a ação dele pela sua simplicidade e espontaneidade.

    Um beijinho,
    Bia do Bookaholic.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo teu comentário Bia! Como pudeste ver partilho claramente da tua opinião, não acrescento nada às tuas palavras.

      Beijinho grande.

      Eliminar
  2. O problema não foi o que ele disse mas sim onde disse. Era uma gala para ajudar as vítimas de uma das maiores catástrofes que tiveste em Portugal, não era propriamente uma festa para ser leva de ânimo leve. Concordava plenamente que ele o dissesse noutra qualquer circunstancia, como um concerto dele ou outro tipo de situação. Mas neste caso só mostrou que era muito imaturo! Há que saber estar consoante os locais!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não achei que fosse imaturo ou inoportuno de todo. Eu fiquei muito sensibilizada com a catástrofe, verdade seja dita e mesmo que a tivesse vivenciado na primeira pessoa iria admirar a descontração dele face ao evento. Um evento de tal caráter, para ajudar as vítimas, não deveria ser negro, não deveria ser triste, mas sim uma noite para alegrar quando não havia muitas razões para isso. Por mais em baixo que algumas pessoas lá tivessem, sempre soltaram uma gargalhada. Admiro muito pessoas que conseguem manter-se alegres face a momentos menos bons, eu quando estou em baixo não gosto que chorem comigo, mas sim que me contem piadas, falem comigo, isso ajuda imenso e acredito que tenha alegrado alguém! Foi uma piada inocente que apenas transmitiu o quão humilde ele é. Não penso que tenha desrespeitado alguém, sempre alegrou o clima! :)
      Mas opiniões são opiniões, como tudo.

      Eliminar
  3. Percebo o que dizes mas acho que foi mais o facto de ser um sítio "inapropriado" para se dizer algo daquele género, ou seja, algo divertido!

    Beijinhos,
    Inês
    http://www.indiglitz.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo o que queiras dizer Inês mas vou ter que discordar por achar que, sim, há alturas e alturas, mas ele não fez nenhum espetáculo de comédia nem disse nada "desrespeitoso" - como humor negro relacionado com a catástrofe -. Além de que, na minha opinião, não devia ter sido um concerto para chorar a dor, mas sim celebrar a esperança, trazer um pouco de alegria a Portugal, pelo meio umas gargalhadas só calharam bem. Mas isso é o meu ponto de vista pessoal e como gosto de viver a vida, nada contra outras opiniões!

      Beijinho grande.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Obrigada pelo comentário e expores também a tua opinião!

      Já agora, o link para o teu blog não está a funcionar querida, não consigo aceder-lhe.

      Beijinho grande.

      Eliminar
  5. Portugal devia ter parado simplesmente devido ao encontro solidário que estava a decorrer, não só porque um rapaz decidiu dizer em direto uma coisa completamente despropositada. Acredita, não tenho nada contra o rapaz, mas foi muito inapropriado dizer aquilo em plena gala solidária. É uma falta de respeito para com as nossas famílias que sofreram com o incêndio...
    Beijinhos,
    An Aesthetic Alien | Instagram | Facebook
    Youtube

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como já disse, não acho que tenha sido inapropriado, simplesmente pelo facto que, embora seja um momento muito triste, não podemos apenas chorar a dor, o propósito da gala deveria ser celebrar a esperança, partilha um pouco de alegria por Portugal e, uma pequena e inofensiva piada (até porque não foi humor negro contra o acontecimento, mas sim uma piada por estarem apenas a interromper a sua atuação, mesmo a meio de uma imitação vocal de uma trompete) não iria ferir ninguém, até alegrou algumas pessoas, conseguiu soltar-lhes umas gargalhas, o que faz muito bem! Admiro quem consiga manter uma posição assim face a momentos menos bons. Eu, pessoalmente, prefiro que me tentem fazer rir e sorrir ao invés de chorarem comigo a minha dor. Mas claro, como tudo na vida, são opiniões e respeito a tua querida e espero que estejas bem!

      Beijinho grande.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. Lá está, são coisas que só compreende quem está a passar pela dor... Se calhar se tivesses, tal como nós, um primo ferido (o bombeiro ferido em estado grave é meu primo) em estado crítico, não acharias tanta piada à situação... A sério, acredita que é uma dor mesmo grande. Eu não fazia a mínima ideia do que seria, até ter que passei pela situação e tive quase toda a família em risco, sem sequer conseguir saber se ainda teria alguém vivo. São momentos de enorme sofrimento, e acredita que aqui ninguém quer que ninguém chore connosco, apenas que compreendam a situação.
      Beijinhos! <3

      Eliminar
    4. First of all, as melhoras ao teu primo! E claro, todas as pessoas têm formas diferentes de lidar com as coisas, totalmente compreensível e respeito que a ti te incomode. Beijinhos ^_^

      Eliminar
  6. Não podia estar mais de acordo contigo. Desde que conheci o Salvador que me apaixonei, não só pela sua voz, mas também pela sua maneira de ser. Ele é tão humilde, tão sincero e genuíno e tão 'leve' que me faz querer ser uma pessoa melhor e faz com que eu queira guardá-lo num frasquinho e protegê-lo desta sociedade que vive de aparências e de estereótipos. O ato dele só demonstra o quão genuíno ele é, ao ponto de dizer as coisas sem se importar com o que vão pensar. É certo que a situação era delicada, mas para quê criticá-lo se tudo o que ele fez foi fazer rir as pessoas e animá-las naquela situação difícil? Enfim, não quero criticar esta sociedade, pois eu faço parte dela, mas, infelizmente, a nossa sociedade é tão fechada ao ponto de não estar preparada para uma pessoa como o Salvador.

    Beijinhos,
    La La Land

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela tua opinião, como está claro, não poderia, também, concordar mais contigo, nem acrescendo nada mais às tuas palavras!

      Beijinho grande.

      Eliminar
  7. Ahh tudo isto que aconteceu á volta dele nestes dias foi de uma completa estupidez, em que o povo português só mostrou ser um povo mesquinho. Concordo plenamente contigo, deveria haver mais Salvadores no país mas no entanto muita gente ainda não consegue aceitar certas pessoas por não serem o "correto cidadão". Não achei de todo o comentário dele ofensivo, até me fez rir, tal como fez a milhares de pessoas. Só tenho receio que ele comece a conter-se mais em público para não ser alvo de mais criticas.

    Adorei este post e de ler a tua opinião sobre este assunto. Afinal de contas, o que se deveria de destacar nas redes sociais seria o próprio concerto que acabou por ser histórico em termos de comunicação!

    Bejinhos!
    FOX WHISPER

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais!
      Também espero que ele não se molde à sociedade, mas duvido, senão não seria quem ele é!

      E concordo plenamente contigo, infelizmente acabaram por dramatizar tanto isto que ignorou-se o importante...

      Beijinho grande!

      Eliminar
  8. Muito obrigado, querida Alexandra :D

    O Salvador é daquele género de pessoa que: ou se ama ou se odeia. Não achei correto o que ele fez pelo facto de ser o evento que era. No entanto, ninguém pode mudar as pessoas... E se ele é "assim" só temos de aceitar. Que tem uma voz incrível, lá isso tem. Que ganhou a Eurovisão, lá isso ganhou. Que é um fenómeno, é... E é merecido! O "resto" acaba por ser somente isso: resto :p

    NEW COOKING POST | DELIGHT You With My QUICK and HEALTHY Recipe!
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respeito a tua opinião, uma coisa é dizer isso naturalmente, outra é, por isso, começar a acusa-lo de 1001 coisas inclusive que já não sabe cantar (parece inacreditável mas vi gente mudar de opinião assim "do nada"). E não podia concordar mais contigo no resto, disseste tudo Miguel!

      Eliminar
  9. Eu acho que nós temos um grave problema, dar demasiada importância a tudo. Para ser sincera nem liguei!

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu quando vi também nem liguei, mas tive que me expressar assim que meio Facebook deixou de gostar dele só por isso. Mas concordo contigo querida!

      Eliminar
  10. Faço minhas as tuas palavras. As pessoas estão constantemente à procura de drama, de escândalo. O português não gosta de nada que não seja sensacionalista e parece que está sempre à procura de alguém a quem apontar o dedo. Já foram feitas mil e uma conjeturas acerca do que o rapaz é ou deixa de ser e sinceramente eu acho fantástico o quanto ele se está a borrifar para isso. se todos fosse genuínos como ele talvez vivêssemos num sítio melhor. Mas não, preferem figuras públicas que se limitam às formatações que a sociedade criou porque isso parece ser bem mais importante do que sermos nós próprios. É triste e infelizmente é a realidade...

    ResponderEliminar