Não, Artes Não é Apenas para Burros


Artes é só para burros, só aí vão para fugir a matemática. Artes é bastante fácil, quem querem enganar? Ah, mas sabes que vais para o desemprego quando acabares o curso, não é?



A quem é que estas frases são familiares? Se te são, desculpa teres que lidar com pessoas idiotas, eu também já as ouvi.

Existem muitos dizeres em redor do curso de Artes Visuais que, por vezes, acabam por desmotivar alguém que lá esteja ou até fazer alguém mudar de ideias na altura de escolher o curso e acabar por ir para um que não a faça feliz apenas para fugir às críticas.

Hoje venho desmitificar alguns dos mitos deste curso onde estou já à três aninhos, estando agora a terminar o 12º ano.

"Em artes não se faz nada".
Artes Visuais, não querendo vos assustar, é um curso bastante complexo. Temos um diário gráfico para manter atualizado semanalmente (com desde 2 a 10 desenhos - dependendo do que o professor pedir - para apresentar por semana, dentro de um tema), um projeto a decorrer e vários testes para estudar, o que se complica no 11º ano que é o ano com maior carga horária em todos os cursos.
Já no 12º ano, onde a única disciplina com teste é português, continuamos a ter o diário gráfico, um projeto de desenho, outro de oficinas e ainda outro de multimédia - Sim, soa fácil, mas conciliar e arranjar tempo para tudo é o pior.

Não, não se vai para artes só para fugir a matemática.
E quem for, é um pouco idiota, pois vai dar de caras com geometria descritiva que é um tanto mais complicado que a matemática.
Geometria é aquela fantástica disciplina que têm durante dois longos anos no curso de artes que vos faz querer não sair da cama nos dias em que a têm mas, pelo lado positivo, é uma disciplina que, para quem tem uma boa lógica e consegue se manter atento a todas as aulas vai ser relativamente fácil pois, se perderem uma aula de matéria, ficarão um pouco à nora.

Ah, já agora, artes também tem matemática B como disciplina facultativa que podem escolher ao invés de História da Cultura e das Artes.

Não, artes não e só para burros.
Muitas vezes oiço que artes é para burros quando o pessoal tenta desvalorizar este curso por não abordar disciplinas como matemática A, ciências e disciplinas mais que se encontram no curso de ciências e tecnologias.
Lá por alguém ser mais virado para o mundo das artes, preferir estudar história, criar arte e estar sossegado no seu canto, não significa ser burro. Temos aptidões diferentes apenas, bem como gostos. Nada contra a quem prefere estudar animais, eu prefiro desenhá-los.

Não, não se vai automaticamente para o desemprego por se fazer o curso de artes.
Artes abre portas a inúmeras profissões, desde arquitetos, aos mais diversos ramos do design, artistas independentes (cinematógrafos, artistas plásticos, pintores, desenhistas), sem contar com os demais cursos que podem entrar com os exames de admissão!

Não, artes não é só para quem é um "mestre do desenho",
Muito pelo contrário, artes é para quem gosta de criar. Artes é para todas as mentes criativas por aí.
E não desistam de vir para artes por acharem que ninguém irá gostar dos vossos rabiscos, não precisam de aprovação pública. Tudo é arte.
E claro, é normal ficar a admirar os desenhos de quem já lá anda, eu quando entrei no 10º ano também tinha um desenho muito limitado, nunca saía da minha zona de conforto e julgava nunca ser capaz de criar coisas tão fantásticas quanto as que via dos mais velhos mas a nossa noção do que é belo muda quando entramos neste curso, começamos a valorizar mais o nosso trabalho e dar-nos mérito pelo esforço, começando a gostar mais do que fazemos e a ganhar uma ânsia pela evolução e acreditem, ao estar num curso que vos faz desenhar todos os dias, acabam por sair da vossa zona de conforto e descobrir que são capazes de coisas que nem sonhavam! 


Como podem se aperceber este curso é como todos os demais, apenas com menos disciplinas teóricas porque é um curso virado mais para o lado prático que desperta a criatividade de cada um de nós.
Portanto nunca se deixem levar por estes comentários, todos os cursos têm o seu valor, até porque se fossem todos iguais, porque haveriam várias opções?


Eu lembro-me da minha primeira aula de desenho onde eu não queria desenhar à frente de toda a gente, tinha vergonha e medo dos possíveis comentários.
Lembro-me de desenhar durante horas até estar "meio satisfeita" com o resultado.
Mas agora até no autocarro cheio desenho por ser algo que gosto, não há que ter vergonha do que nós fazemos, ao fim ao cabo é algo que faz parte de nós.

E uma coisa que aprendi ao longo destes três anos foi que deveríamos procurar sair da nossa zona de conforto, procurar evolução, não ficar pelo que sabemos fazer com o medo de errar. O erro é o que leva à evolução, embora nunca à perfeição por isso ser algo pelo qual devemos lutar sempre, devendo vê-la como um objetivo inalcançável para nunca nos dar-mos por satisfeitos e correr o risco de estagnar, perceberam? Risquem e rabisquem, desenhem coisas do dia a dia, não fiquem horas em redor de um sketch à procura que seja a próxima atração do Louvre, soltem-se.

Este foi um post um pouco diferente mas que senti necessidade de fazer pois ser blogger dá-nos voz mas do que serve tê-la se não a usamos para algo útil?
Além de mais gostaria também de trazer um pouco mais de arte ao blog e inspirar e motivar quem tem uma faceta artista por destapar portanto, o que gostariam de ver aqui relacionado com arte? Gostariam de conhecer alguns materiais baratinhos para começarem ou como se soltarem com um sketch? Deixem nos comentários!



18 comentários

  1. No secundário estive em humanidades mas quando fui para a faculdade decidi mudar de área e agora posso dizer que estou em artes. Não passei por todos esses preconceitos mas lido muito com a tipica cara de pena, do género "vais parar ao desemprego".
    É muito triste que as pessoas não vejam artes como um futuro quando na realidade tudo o que lhes rodeia foi sujeito a um processo artístico... Enfim, nós sobrevivemos :)

    Beijinhos,
    http://lastcollectionbyap.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não diria melhor! E quando criticam através de comentários online nem se lembram que o telemóvel ou computador onde estão foi desenhado por um designer qualquer que "foi para o desemprego" :p

      Beijinho grande.

      Eliminar
  2. Eu fui para humanidades no secundário e estudei Letras na faculdade e todos esses comentários de ser para burros, para fugir a matemática e de que o destino foram coisas que ouvi durante toda a minha vida académica. Eu fui porque gosto mas isso não parecia entrar na cabeça das pessoas.
    Gostei muito do post e de saber mais sobre o curso de artes. Ainda bem que estás feliz com a escolha. :)

    Beijinhos

    http://buongiornoprincipessa3.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente humanidades é outro grande alvo de mesmas críticas e outras semelhantes, mas só temos que nos manter de cabeça erguida e gostar do que fazemos!

      Beijinho grande.

      Eliminar
  3. Se artes é só para burros porque é que Arquitetura e Belas Artes têm as médias mais altas para se entrar?! Pois é... talvez burro seja quem faz essas afirmações... Não podemos ligar, se gostarmos do que fazemos nunca vamos desistir devido a essas mentes pequenas!
    Já fiz o curso de Artes e estou agora quase a terminar Arquitetura, pois não entrei em Belas artes por causa da média.
    Relativamente ao desemprego, no país em que estamos infelizmente acontece em quase todos os cursos neste momento! Por isso não venham cá dizer que artes isto e aquilo
    Se não fosse a arte, não haviam cidades bem planeadas, não haviam belos edifícios, os nossos moveis e utensílios, a nossa roupa, nada! Mas não, somos todos uns burros xDD
    Enfim, muita força para quem está neste curso!
    Beijocas :)
    Get it Sis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada por teres deixado aqui a tua opinião, como já sabes, concordo plenamente contigo! Também acho muita piada a isso! E quando vêm criticar online através de um telemóvel que teve que ter um trabalho de um designer de produto por trás ou de um computador que teve o mesmo início? E depois nós é que somos burros haha

      Beijinho grande e espero que corra bem o teu cursinho ^_^

      Eliminar
  4. Concordo completamente com o que disseste, na minha opinião todas as áreas são difíceis. Cada um deve seguir o que gosta e não ir para outra área apenas para fugir das críticas.
    Beijinhos,
    BabyLú
    http://www.luciaffmoreira.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo! Se seguirmos o que gostamos sentimo-nos muito melhor e será certamente mais fácil do que se formos para uma área onde nem nos sentimos bem.

      Beijinhos.

      Eliminar
  5. Entendo tudo o que disseste! Eu andei em humanidades e irritava-me quando os meninos de ciências começavam a criticar o nosso curso e o de artes! Ainda me irrita. São precisas pessoas de todos os cursos no mundo! Ninguém é mais que ninguém!

    Beijinhos
    That Girl

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais! Tens toda a razão querida!

      Beijinhos.

      Eliminar
  6. Acho este tipo de preconceitos, no mínimo, ridículos. Eu fui aluna de ciências no secundário mas antes de me inscrever estive profundamente indecisa entre artes e ciências. Se eu acabei o secundário em ciências sou esperta, mas se o tivesse acabado em artes não? Parvo. E só pode vir de pessoas ignorantes. Para além de que quem vai para artes para fugir à matemática depois acaba por só sair de lá uns bons anos depois, porque não vai acabar GD por milagre.
    Eu estou a tirar um curso para o qual ingressei vinda de ciências e guess what? O meu futuro é tão certo como o de um aluno de artes!
    As pessoas têm de deixar de ser ignorantes e perceber que há gostos para tudo e não inteligências.
    Um grande beijinho e muita sorte para a tua carreira como artista!
    wallflowerbyines.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada por expressares aqui a tua opinião, é muito bonito ver tanta gente a expressar-se aqui!
      E fazes todo o sentido.
      Beijinho grande e tudo de bom no teu curso!

      Eliminar
  7. Eu sou de artes! Estive em artes no secundário e toda a minha vida ouvi comentários como esses porque nunca fui boa a matemática, o que claramente não faz de mim menos inteligente! Hoje sou estudante de Design e Animação Multimédia e dá muito muito mais trabalho do que o secundário ahaha! Também trabalho como ilustradora actualmente. Mas honestamente já tenho saudades de Desenho A e Oficinas, era tudo tão mais fácil! xD

    http://free-colors.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão! Eu por acaso não percebo nada de matemática, mas isso já desde que me lembro, não atino simplesmente!
      Ai esse curso deve ser muito bom, mas sim, bastante complicadinho! Espero que corra tudo bem ^_^ Beijinhos.

      Eliminar
  8. Fui estudante de Ciências, mas quando chegou o momento da decisão sempre me senti tentada a ir tanto para Artes como para Ciências, acabei por escolher Ciências e terminar esse curso, mas isso não faz de mim mais ou menos apta ao mundo que um estudante de Artes. Curiosamente (e aqui num aparte) os meus pais preferiam até que eu tivesse ido para Artes e olha que eu sempre tinha tido boas notas a matemática, o que só prova que essa ideia pré-concebida é completamente errónea!
    Beijinhos,

    Giveaway 500 Subscritores | A Maiazita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens totalmente razão! Obrigada por expores a tua opinião!

      Beijinhos

      Eliminar
  9. Entendo perfeitamente tudo o que disseste e não podia concordar mais! :)


    A Marca da Marta

    ResponderEliminar